ALBÂNIA onde há perseverança há esperança...

Para os Mulçumanos que buscam...

Para os Mulsumanos que buscam... IsaalMasih.net

14 de abr de 2010

PREPARANDO O CORAÇÃO PARA O AVIVAMENTO BÍBLICO DO SENHOR!


“Arai o campo de pouso; porque é tempo de buscar o Senhor, até que ele venha e chova a justiça sobre vós.” (Oséias 10.12)


Devido ao fato de os judeus terem sido uma nação de agricultores, a Palavra de Deus recorre freqüentemente ao trabalho da agricultura para ilustrar o que Deus quer ensinar. O profeta Oséias utilizou-se deste recurso para dizer aos judeus que eles estavam se tornando uma nação de apóstatas, isto é, pessoas que estavam se apartando de Deus. Ele os reprovou por sua idolatria e os advertiu dos juízes divinos. Oséias, ou Deus por meio do seu profeta, chama seu povo a um reavivamento, uma nova busca de Deus.

O texto acima diz: “Arai o campo de pousio”. Campo de pousio é aquele campo que uma vez foi cultivado, mas agora se encontra abandonado. Ele necessita ser arado e enriquecido antes que esteja novamente pronto para receber a semente. Na chácara da igreja temos um campo assim. Num determinado local havia sido uma plantação de arroz. Agora só há capim e pequenas árvores espinhentas.

Quando o Senhor diz que é para arar o campo de pousio, Ele está falando sobre o nosso coração. “Enganoso é o coração”, diz a Palavra em Jeremias 17.9, “...quem o conhecerá?”. Por isto a mesma palavra diz também: “Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida” (Pv 4.23).

· Se um dia nossa vida no Senhor foi mais santa, mais frutífera, mais usada, mais sensível à Sua voz...
· Se um dia nosso amor por Jesus foi mais puro, mais íntegro, não dividido com outros interesses...
· Se um dia nós orávamos com mais fervor e mais perseverança...
· Se um dia a Palavra de Deus era comida e bebida a todo o instante...
· Se um dia suportávamos todas as lutas e tribulações com mais paciência e resignação...
· Se um dia tínhamos mais louvor e não murmuração em nossos lábios...
· Se um dia tínhamos mais amor e compaixão pelos perdidos...
· Se um dia éramos mais simples e não presos às vaidades da vida...
· Se um dia tínhamos mais amor aos irmãos e não os criticávamos...
· Se um dia éramos mais espirituais e não carnais...
· Se um dia vencíamos os pecados e as fraquezas com mais freqüência...

Mas hoje, como estamos? Resta pouca coisa disto tudo em nossa vida? Então é hora de nosso coração deixar de ser um campo de pousio, ou seja, um campo sem fruto, morto, seco, árido, para ser um novo campo. Temos de permitir que o Consolador, o Ajudador, o Amigo, o Arador, o Espírito Santo trabalhe em nosso coração fazendo sulcos profundos, fazendo tudo de novo, como era no princípio e até melhor ainda.

Deixemos que o Espírito sonde o nosso coração. E quando Ele apontar qualquer pecado ou negligência, qualquer hipocrisia ou debilidade, qualquer indiferença ou carnalidade, confessemos tudo isto com o coração compungido e quebrantado, e não com um coração frio e insensível. O arrependimento e a confissão são o arado que o Espírito Santo há de usar para remover todo e qualquer obstáculo que está em nosso coração. A razão para a falta de satisfação em seu relacionamento com Cristo se deve à sua mente orgulhosa e carnal que encobriu algo que requer que seja confessado e removido. Lembre sempre: “O que encobre as suas transgressões jamais prosperará, mas o que as confessa e deixa alcançará misericórdia” (Pv 28.13).

Deixe o Senhor arar todo o terreno do seu coração e inicie uma nova vida. Não se desaponte nem desista em razão das pequenas dificuldades. Dirija o arado através delas. Vá profundamente e revolva-as do solo a fim de que ele fique rico, fértil e macio. Então você o estará preparando para receber as sementes que frutificarão cem vezes mais.

Não espere que Deus are miraculosamente o solo do seu coração. Você tem de cooperar com Ele. Você tem de participar ativamente, submetendo sua vontade a Ele.

A chuva que cai num campo velho e sem cultivo engrossa a relva e endurece ainda mais o solo. O Senhor não irá derramar as chuvas do Seu Espírito sobre nós enquanto não o deixarmos arar o campo de pousio do nosso coração. Mas se ararmos este campo, como diz a sua Palavra, buscando-o de todo o coração, Ele promete derramar suas abundantes águas sobre nós. Águas de Vida que nos darão Vida!

Ele nos exorta: “Arai o campo de pouso”
Ele nos dá a razão: “Porque é tempo de buscar a Deus”
Ele nos promete: “Até que Ele venha e chova a justiça sobre vós.”

Nenhum comentário: