ALBÂNIA onde há perseverança há esperança...

Para os Mulçumanos que buscam...

Para os Mulsumanos que buscam... IsaalMasih.net

26 de jan de 2009

Princípios para Tomada de Decisões Financeiras


Por Mark Biller e Joseph Slife

Que ano foi 2008, com mudanças imprevisíveis no mundo financeiro, na política e na vida de modo geral! Às vezes parecia que tudo estava fugindo ao controle. Mas ao celebrar o natal fomos lembrados de que toda a criação está sob o controle de um Deus amoroso, que Se revelou “por meio do Filho, a Quem constituiu herdeiro de todas as coisas e por meio de Quem fez o universo”

(Hebreus 1.2).

Os que seguem a Cristo devem ter nas verdades bíblicas o fundamento e o contexto para a tomada de decisões na área financeira. Somos mordomos de Deus, convocados para administrar Seus recursos para Sua glória. Eis alguns lembretes bíblicos sobre o senhorio de Deus e a nossa administração como mordomos:

. No princípio Deus criou os céus e a terra - Gênesis 1.1.

. David louvou a Deus... dizendo: Teus, ó Senhor, são a grandeza, o poder, a glória, a majestade e o esplendor, pois tudo o que há nos céus e na terra é teu - I Crônicas 29.10-11.

. Do Senhor é a terra e tudo o que nela existe, o mundo e os que nele vivem - Salmos 24.1.

. Mas, lembrem-se do Senhor, o seu Deus, pois é Ele que lhes dá a capacidade de produzir riqueza - Deuteronômio 8.18.

. Conservem-se livres do amor ao dinheiro e contentem-se com o que vocês têm, porque Deus mesmo disse: Nunca o deixarei, nunca o abandonarei - Hebreus 13.5.

. Pois Dele, por Ele e para Ele são todas as coisas. A Ele seja a glória para sempre! Amém! - Romanos 11.36.

O objetivo de nossa empresa, a "Sound Mind Investing", é o de ajudar os leitores a se tornarem “bons e fiéis mordomos” daquilo que Deus lhes confiou. É nossa convicção que, para sermos

melhores mordomos dos recursos de Deus, devemos começar examinando as Escrituras:

. Comprometa-se a buscar e viver segundo os propósitos de Deus para sua vida. Todos temos tempo e recursos financeiros limitados. Tendo visão clara do propósito da vida ordenada por Deus é possível começar a usar o tempo e os recursos de maneira eficiente. A vida não possui um botão de rebobinar. Assim, usemos os dias, que voam ligeiros, para manter foco sobre o que realmente é importante. Se você é casado, comprometa-se a trabalhar com seu cônjuge para resolver conflitos financeiros. Comunique-se abertamente com ela em relação ao dinheiro, em um espírito de amor e cooperação. Peça a Deus que o ajude a confiar Nele muito além do que possa parecer razoável do ponto de vista secular.

. Aprenda e siga os princípios financeiros das Escrituras. Lembre-se sempre: você é um mordomo a serviço do Rei do universo!

. Honre a Deus com sua generosidade. O Senhor o abençoou com o que você tem por uma razão: “Para que possam ser generosos em qualquer ocasião e... sua generosidade resulte em ação de graças a Deus” (II Coríntios 9.11). Decida-se a amontoar tesouros no céu e não na terra. Comece a dar sacrificialmente, abrindo mão de alguns de seus desejos, para satisfazer as necessidades dos outros. Dar é assunto do coração. Peça a Deus expandir a capacidade do seu coração em direção a Ele, para que possa dar com alegria, e prosperá-lo para que possa aumentar suas doações.

. Mantenha os olhos sobre alvos biblicamente inspirados. Quando a economia está tumultuada há uma tremenda pressão emocional no sentido de abandonarmos nossos planos.

Permaneça firme, confiando que os princípios das Escrituras são verdadeiros. Lembre-se que historicamente a recuperação sempre segue a recessão.

Mark Biller é editor executivo do boletim "Sound Mind Investing" e administrador sênior do SMI Funds. Joseph Slife colabora como autor e editor no SMI Funds e é instrutor-adjunto de comunicação do Emmanuel College na Geórgia. Tradução de Mércia Padovani. Revisão e adaptação de J. Sergio Fortes (fortes@cbmc.org.com)


Questões Para Reflexão ou Discussão

1. Como você se sente em relação a atual crise econômica? Você está preocupado com suas finanças pessoais?

2. Concorda com a afirmação de que Deus está no controle de todas as coisas no mundo? Por que? Ou é difícil para você crer nisso?

3. Qual das passagens citadas, que discute o senhorio de Deus e nossa administração de Seus recursos, que mais se destaca para você?

4. Qual das sugestões dadas para desenvolver um panorama escriturístico de suas finanças você acha mais proveitoso? E qual a mais desafiadora?

Desejando considerar outras passagens da Bíblia relacionadas com o tema, sugerimos: Provérbios 11.28;13.11; Mateus 6.24-34; II Coríntios 9.6-10.

14 de jan de 2009

ESPERANÇA


Verdadeira Liderança

Por Rick Boxx

Você já trabalhou com alguém cuja liderança era impossível de seguir? Eu me recordo de haver tido um líder assim. Pelo seu contagioso entusiasmo, respeito e gentileza, ele me ajudou a encarar e assumir tarefas que eu temia enfrentar. Fala-se de líderes inspiradores, capazes de fazer o liderado atravessar muralhas por eles, se necessário. O meu era assim.

Infelizmente esses líderes são raros. Pretensos líderes assumem posturas equivocadas, achando que as pessoas devem ter disposição de segui-los sem fazer perguntas, simplesmente porque

adotam a atitude de, “Eu sou o chefe”. Mas a maior parte deles não conquista a confiança dos liderados e não tem a menor idéia do que significa efetivamente liderar. Como resultado, quando as coisas “esquentam”, descobrem que estão sozinhos.

Líderes efetivos, ao contrário, compreendem que devem encorajar e desenvolver suporte voluntário de sua equipe. Conheço um que afirmava: “Nunca peço a alguém fazer algo que eu mesmo não esteja disposto a fazer”. Isso não quer dizer que o líder deve fazer todo o trabalho. Por definição, isso não seria verdadeiramente liderar. Mas uma das formas pelas quais o líder estimula seus liderados é deixá-los saber que não há tarefa que atribuam a outros, que eles mesmos se considerem “bons demais” para realizar, seja varrer o chão ou trocar uma lâmpada.

Alguém disse que, se ao tentar liderar outros, você olhar em volta e descobrir que ninguém o está seguindo, você terá apenas saído para dar um passeio! Ou como nos ensina Provérbios 14.28:

“Uma grande população é a glória do rei, mas, sem súditos, o príncipe está arruinado.”

Talvez por esse motivo organizações mal-sucedidas e instáveis, entidades com ou sem fins lucrativos ou mesmo equipes esportivas, mudem sua liderança com tanta freqüência. Não escolheram a pessoa certa para liderança, aquela que outras estejam dispostas a seguir. Como afirma outra passagem da Bíblia: “Os pecados de uma nação fazem mudar sempre os seus governantes, mas a ordem se mantém com um líder sábio e sensato” (Provérbios 28.2).

Se você quer que seus liderados estejam dispostos a segui-lo, mesmo em circunstâncias mais difíceis, deve esforçar-se para ser um líder forte, que motiva, negocia com habilidade, adota ações decisivas, serve os interesses do grupo e desenvolve futuros líderes. Qual destas características você precisa tratar durante este novo ano?

O maior exemplo de líder encontrado na Bíblia é Jesus Cristo. Ele afirmou acerca de Si mesmo: “Pois nem mesmo o Filho do homem veio para ser servido, mas para servir e dar a Sua vida em resgate de muitos” (Marcos 10.45).

Você é um líder assim? Ou pode imaginar-se sendo esse tipo de líder-servo, que tem mais intenção de servir do que ser servido, disposto a sacrificar-se se necessário, em favor dos interesses dos demais? Este, sem dúvida, é o líder que vale a pena seguir.


------------------------------------------------


Questões Para Reflexão ou Discussão

1. Você se lembra quem foi o(a) melhor líder para quem já trabalhou? Quais as características mais notáveis que fizeram dele(a) efetivamente um(a) líder?

2. Descreva o(a) pior líder ou “chefe” que já teve. Quais as suas fraquezas? Que qualidades de liderança ele(ela) carecia?

3. Como você se avalia como líder? Quais suas mais fortes qualidades de liderança? Que habilidades você acha que ainda precisa desenvolver?

4. Jesus descreveu-Se a Si mesmo como alguém que estava disposto a servir ao invés de ser servido pelos outros, alguém disposto a dar a vida em benefício dos demais. Seria realista esperar um compromisso semelhante dos(das) líderes de hoje?

Desejando considerar outras passagens da Bíblia relacionadas com o tema, sugerimos: Salmo 23.1-6; Provérbios 27.23-27; Lucas 6:37-40; João 10:2-14.